Quarta-feira, 10 de Fevereiro de 2021
A impossível conciliação entre o trabalho e o cuidado das crianças

folheto.png
A epidemia da CoVid 19 veio trazer alterações drásticas à vida de 
todas as mulheres, em particular à da mulher trabalhadora.
O MDM, já durante o primeiro confinamento, em 2020, alertou para a 
sobrecarga de trabalho na vida das mulheres em teletrabalho que tinham 
de tentar conciliar o trabalho, os filhos e as tarefas domésticas. 
Essa situação não só não se alterou, como se agravou.
Em Março de 2020, com o carácter obrigatório do teletrabalho - após o 
fecho das escolas -, os pais que ficaram a cuidar dos filhos menores 
de 12 anos puderam recorrer ao apoio extraordinário facultado pelo 
Estado, ainda que insuficiente. Não só é insuficiente receber apenas 
66% do seu vencimento, como o volume das despesas em casa aumenta, por 
causa do confinamento.
Muitos pais, e na sua maioria mães, nunca voltaram ao trabalho 
presencial, pelo que agora se vêm confrontados, uma vez mais, com o 
encerramento das escolas e as crianças todo o dia em casa. Há ainda a 
situação das famílias em que um dos progenitores está em teletrabalho 
e o outro está impossibilitado de poder aceder ao apoio para 
assistência a filhos menores de 12 anos, porque o Estado considera que 
é possível conciliar o teletrabalho com a assistência aos filhos.
É impossível cuidar, tratar e apoiar crianças enquanto se trabalha, 
focada e com objectivos para cumprir. Têm chegado ao MDM queixas, 
nomeadamente de trabalhadoras de call-centers que tem de cumprir os 
objectivos diários de atendimentos enquanto cuidam dos seus filhos 
que, naturalmente, querem atenção, tendo as trabalhadoras já sido alvo 
de reclamações por parte dos clientes, porque estes “têm de estar o 
telefonema todo a ouvir uma criança a chorar”.
Este cenário significa não só uma sobrecarga para as famílias, e para 
as mulheres, em particular, porque têm duplas e triplas tarefas a dar 
resposta em simultâneo. E para muitas mulheres significa que muitas 
têm de dar resposta a mais despesas, com menos salário!
Esta situação configura uma violência sobre estas mulheres, um 
desgaste emocional profundo tanto nas mulheres como nas crianças, e 
conduz naturalmente à total perda de rendimentos, pois as mulheres 
optam pelo cuidado dos filhos em detrimento do trabalho.
Para o MDM, importa igualmente salvaguardar os casos em que as 
mulheres não podem estar em teletrabalho e têm filhos maiores que 12 
anos. Trata-se de considerar que uma criança com 13 anos, por exemplo, 
pode estar sozinha em casa, todo o dia, preparar refeições e as 
atividades lectivas sem qualquer acompanhamento. Significa considerar 
que é completamente autónoma e capaz de tomar decisões, referentes à 
sua segurança, e ao seu dia-a-dia completamente sozinhas. Neste 
sentido, consideramos que o apoio especial de assistência a filhos 
menores deve ser estendido até às crianças menores de 16 anos.
Esta falta de sensibilidade para a dinâmicas familiares e de respeito 
pelo normal desenvolvimento das crianças, merece da parte do MDM um 
veemente repúdio.
O MDM exige que se altere a lei em vigor de forma a garantir que o 
apoio especial de assistência a filhos menores de 16 anos, permita o 
pagamento a 100% do seu salário, enquanto durar o confinamento e o 
encerramento dos equipamentos de apoio à infância e escolares, mesmo 
em período de férias e pausas escolares; bem como permitir que caso um 
dos progenitores esteja em teletrabalho, este apoio possa ser 
concedido a qualquer dos progenitores, deixando essa opção ao casal, 
permitindo assim um apoio efectivo às crianças e a manutenção do 
rendimento familiar, durante esta época tão difícil para as mulheres.
Não podemos criar mecanismos que perpetuem a penalização das mulheres 
– porque auferem salários mais baixos - a serem duplamente penalizadas 
por serem mulheres e mães.
Não há desculpa para retrocessos!
Fevereiro de 2021
Direcção Nacional do MDM



publicado por mdm-viseu às 20:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quarta-feira, 22 de Abril de 2020
Comemoração da Revolução de 25 de Abril - Manhã Infantil

baner.jpg

No próximo sábado comemora-se 46 anos passados sobre a Revolução de Abril que nos devolveu a liberdade, uma conquista que não podemos deixar de lembrar e transmitir o seu significado aos mais jovens.

Todos os anos, o MDM - Núcleo de Viseu tem participado nas Comemorações Populares do 25 de Abril, nomeadamente animando a Manhã Infantil.
Este ano, apesar das circunstâncias que vivemos, não deixaremos de evocar esta data, disponibilizar para as crianças actividades alusivas à sua relevância.
Estaremos na nossa página do facebook  em https://www.facebook.com/MDMViseu/ no horário habitual da Manhã Infantil, entre as 10:00 e as 12:30.

Vamos disponibilizar conteúdos: sugestões de actividades, leituras de Abril, vídeos, expressão plástica, música de Abril.

Vamos também publicar os vossos trabalhos que nos fizerem chegar, divulgar as vossa sugestões, fotografias e textos.


Não faltes, vai ser divertido!



publicado por mdm-viseu às 18:03
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 4 de Fevereiro de 2020
MDM - Núcleo de Viseu presente na Manifestação Nacional de Mulheres

Cartaz_Manifestação_Mulheres.jpg

 



publicado por mdm-viseu às 18:20
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 23 de Janeiro de 2020
Manifestação Nacional de Mulheres

A6_autocolante_MDM_MANIF_MULHERES.jpg

 



publicado por mdm-viseu às 15:13
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 29 de Novembro de 2019
Equipa Feminina do Lusitano Futebol Clube entra em campo contra a violência sobre as mulheres

MDM-Lusitano.jpg

Equipa feminina do Lusitano Futebol Clube entra em campo contra a violência sobre as mulheres

Em parceria com o Movimento Democrático de Mulheres - Núcleo de Viseu, no próximo sábado dia 30, a Equipa Feminina do Lusitano Futebol Clube, de Vildemoinhos, associa-se à evocação do Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra as Mulheres.

Esta ação integra um conjunto de iniciativas promovidas pelo MDM no nosso concelho e visa levar ao meio desportivo uma luta que é de todos e de todos os dias. Num mundo ainda tão marcado pelas desigualdades entre mulheres e homens, nomeadamente no acesso à prática desportiva, a exigência de medidas que concretizem os direitos das mulheres impõe-se. Se procurarmos nas redes sociais o Jogo das Raparigas, projeto da Associação Mulheres e Desporto, ficamos a conhecer os milhares de atletas envolvidas em modalidades desportivas muito diversas como a canoagem, o voleibol, o atletismo, o futsal, o andebol, a natação, ou o surf. Milhares de atletas que, apesar dos resultados alcançados, não abrem telejornais, não ocupam o espaço de comentário desportivo merecido, não têm a visibilidade mediática correspondente às vitórias consagradas.

Sábado, a partir das 14:30, no Parque Desportivo Stª Eufémia em Ranhados, contamos com a sua presença para dar força às equipas em competição e dizer não a todas as formas de violência exercidas sobre as mulheres.

Que o exemplo destas atletas se alargue e seja replicado em todas as modalidades, nos locais de trabalho, dentro e fora de portas, a toda a sociedade.



publicado por mdm-viseu às 09:03
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 25 de Novembro de 2019
Não à violência dentro e fora de portas!

imagem25NovViolencias.png

Evocar 25 de Novembro é lutar contra todas as formas de violência exercida sobre as mulheres.

O Núcleo de Viseu do MDM, comprometido com esta causa, promove um conjunto de iniciativas que decorrem entre o dia 25 de Novembro e o dia 10 de Dezembro - entre o dia em que o mundo lembra que a violência exercida sobre as mulheres não é tolerável e o dia em que o mundo lembra que o ser humano tem direitos próprios inalienáveis.

Não ser vítima de violência é um direito de qualquer ser humano, é um direito das mulheres!
- 25 de Novembro, afixação de uma faixa na Rua Formosa em Viseu e acção de contacto com a população com distribuição de um folheto alusivo;
- 26 de Novembro, afixação de uma faixa e divulgação de cartazes alusivos (De pleno direito e à luz da Igualdade), dinamização de debate em contexto de aula - Escola Secundária Viriato. Esta acção estende-se até ao final do período letivo com intervenção de alunos do 11º ano junto de turmas do 8º ano;
- 30 de Novembro, em parceria com a Equipa Feminina de Futebol do Vildemoinhos, entrada em campo com faixa e distribuição de folhetos no campo de Repeses;
- 10 de 3 Dezembro, tertúlia e debate.



publicado por mdm-viseu às 19:55
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019
MDM – solidariedade com trabalhadoras discriminadas na Labesfal

LABESFAL.jpg

MDM-Núcleo de Viseu manifesta solidariedade com trabalhadoras discriminadas na Labesfal

Foi com indignação que o MDM – Núcleo de Viseu tomou conhecimento de que a empresa Labesfal discriminou um conjunto de trabalhadoras na sequência de as mesmas terem exercido direitos de maternidade consagrados na lei e supostamente protegidos por entidades fiscalizadoras como o ACT e a CITE.

Estas mulheres, por terem usufruído do direito a alteração e redução de horário para acompanhamento dos filhos menores, viram negado o aumento salarial bem como o pagamento de prémios, no que constitui uma grosseira violação de direitos legais, discriminatória e absolutamente inaceitável num estado democrático e em pleno século XXI, face à lei e à Constituição da República Portuguesa.

Tratando-se de um caso exemplar está longe de ser único. É lamentável que, quase 45 anos depois de ABRIL, continuemos a assistir a este abismo inadmissível entre a lei e a vida.

Quando tanto se fala em despovoamento do território, nomeadamente no interior do país; quando tanto se fala do envelhecimento da população portuguesa e da necessidade de criar incentivos à natalidade; quando as escolas tanto se queixam de que entre as causas de insucesso escolar está muitas vezes um fraco acompanhamento familiar; quando mais que nunca é assumido que não há desenvolvimento efetivo sem concretizar a igualdade entre mulheres e homens; quando o Governo tanto propagandeia medidas para promover a conciliação entre a vida familiar e a vida profissional, não podemos ficar indiferentes quando somos confrontados com relatos de situações como a destas trabalhadoras.

O Movimento Democrático de Mulheres – Núcleo de Viseu considera urgente que Governo tome medidas para garantir o cumprimento cabal da Lei e dos direitos destas trabalhadoras e reclama a aplicação de todas as sanções legalmente previstas a esta empresa, pela prática de discriminação em função do sexo.

 

 



publicado por mdm-viseu às 17:20
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2018
Boas Festas

BoasFestas2018.jpeg.JPG

 



publicado por mdm-viseu às 11:37
link do post | comentar | favorito

Quarta-feira, 21 de Novembro de 2018
Dia Mundial pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres

25nov_MDM.jpg

O Movimento Democrático de Mulheres-Núcleo de Viseu, promove, a partir do próximo dia 23 de novembro, um conjunto de atividades evocativas do Dia Internacional pela Eliminação de Todas as Formas de Violência contra as Mulheres, designadas "Erradicar Violências Construir a Igualdade":
23 Novembro
Escola Secundária Viriato – Exposição “Em Pé de Igualdade”; Dinamização do jogo de Cartas “De Pleno Direito e à Luz da Igualdade”; Exploração da APP “Vive + Aqui”
Rua Formosa – Distribuição de documento alusivo à data
29 Novembro
Agrupamento de Escolas de Canas de Senhorim (Parceria com a Associação Ideias Solidárias) – Distribuição de documento alusivo à data e divulgação da APP “Vive + Aqui”
1 Dezembro
Lamego – Exposição e Debate “Tráfico de Mulheres e Exploração Sexual”

 



publicado por mdm-viseu às 17:17
link do post | comentar | favorito

Sexta-feira, 26 de Outubro de 2018
Viseu participa no X Congresso do Movimento Democrático de Mulheres

Viseu participa no X Congresso do Movimento Democrático de Mulheres

Cartaz.jpg

Celebrando em 2018 cinquenta anos de existência e luta pela dignificação da vida das mulheres, o Movimento Democrático de Mulheres – MDM, realiza o seu décimo congresso no próximo dia 27, em Setúbal.

Assumindo o lema “A Igualdade na vida é o combate do nosso tempo”, esta reunião magna fará mais uma vez a análise crítica da situação das mulheres, da sua evolução, das suas novas formas de estar, esboçará propostas que, sendo aprovadas, se transformam na força necessária e imprescindível para continuar a luta pela concretização de direitos que, sendo Humanos, são específicos a quem tem rosto feminino.

O Núcleo de Viseu do MDM participará neste congresso com uma delegação que integra onze congressistas e cinco convidadas, mulheres que residem e trabalham em diferentes concelhos do distrito, com variadas profissões e idades. Desenvolvendo atividade desde 2009, este núcleo tem crescido exponencialmente, fruto da atividade que desenvolve e da pertinência e dinamismo que caraterizam as suas iniciativas. Na preparação deste congresso várias foram as que se realizaram, delas se destacando a “Casa de Romper Silêncios – Tráfico de Mulheres e Exploração na Prostituição”que integrou a oitava edição dos Jardins Efémeros.

Face a um contexto nacional e internacional em que a vida das mulheres é um desafio diário à subsistência, às condições laborais, às difíceis condições de vida, e atendendo ao assumido conservadorismo do Distrito de Viseu, o Núcleo de Viseu abordará no X Congresso o tema “Direitos das Mulheres versus Alteração das Mentalidades”, esboçando passos para o combate contra o obscurantismo misógino, contra velhos valores, estereótipos e preconceitos que hoje se mascaram com roupagens de modernidade mas que são, na realidade, mecanismos de alienação, dominação e repressão sobre as mulheres.

Uma participação que será um momento de reforço e afirmação na certeza de que as mulheres do nosso distrito podem contar com o MDM para continuar a luta contra a desigualdade e a injustiça social, para afirmar na vida e não apenas na lei, as conquistas das mulheres.



publicado por mdm-viseu às 12:22
link do post | comentar | favorito

mais sobre mim
pesquisar
 
Fevereiro 2021
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


posts recentes

A impossível conciliação ...

Comemoração da Revolução ...

MDM - Núcleo de Viseu pre...

Manifestação Nacional de ...

Equipa Feminina do Lusita...

Não à violência dentro e ...

MDM – solidariedade com t...

Boas Festas

Dia Mundial pela Eliminaç...

Viseu participa no X Cong...

arquivos

Fevereiro 2021

Abril 2020

Fevereiro 2020

Janeiro 2020

Novembro 2019

Janeiro 2019

Dezembro 2018

Novembro 2018

Outubro 2018

Julho 2018

Maio 2018

Abril 2018

Março 2018

Fevereiro 2018

Novembro 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Abril 2016

Março 2016

Novembro 2015

Maio 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Setembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Março 2012

Junho 2011

Fevereiro 2011

Novembro 2010

Setembro 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

tags

todas as tags

LIGAÇÕES
blogs SAPO
subscrever feeds